Arquivos de Categoria: Geografia

Mapa do continente africano para colorir

Anúncios

Países da África

No continente africano existem 53 países: África do Sul, Angola, Argélia, Benin, Botsuana, Burkina Fasso, Burundi, Cabo Verde, Camarões, Chade, Comores, Congo, Costa do Marfim, Djibuti, Egito, Eritréia, Etiópia, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Lesoto, Libéria, Líbia, Madagáscar, Malauí, Mali, Marrocos, Maurício, Mauritânia, Moçambique, Namíbia, Níger, Nigéria, Quênia, República Centro-Africana, República Democrática do Congo (ex-Zaire), Ruanda, São Tomé e Príncipe, Senegal, Serra Leoa, Seicheles, Somália, Suazilândia, Sudão, Tanzânia, Togo, Tunísia, Uganda, Zâmbia, Zimbábue.

A África não é um país, e sim um continente!

Essa afirmação pode parecer absurda, mas não é. “Há uma tendência em falar da África como se todos que ali vivem tivessem os mesmos hábitos e tradições”, diz Rafael Sânzio Araújo dos Anjos, coordenador do Centro de Cartografia Aplicada e Informação Geográfica da UnB. Ele sugere que o professor localize em mapas os diversos povos que vieram para o Brasil e as riquezas de cada região, principalmente as minas de ouro e diamantes, para a turma entender os motivos da exploração.
Ao falar sobre os diversos povos, é possível destacar as contribuições de cada um para a economia do Brasil Colônia. “Eles trouxeram para cá a melhor tecnologia dos trópicos”, informa Rafael. Tanto que os donos das terras encomendavam aos mercadores mão-de-obra especializada para a atividade de seus domínios. Os alunos da 4ª série da Escola Estadual Luigino Burigotto, em Limeira (SP), ficaram espantados ao saber que a enxada, o arado e técnicas de irrigação vieram para o Brasil com os negros.

Portal Orixás

África e seus belos lugares

A África é o terceiro maior continente da Terra. Ela é banhada pelos oceanos Atlântico e Índico e pelos mares Mediterrâneo e Vermelho. Com tudo isso encontramos uma enorme diversidade de turismo na África: monte Kilimanjaro na Tanzânia com 5.895 metros, lago Assal em Djibuti (depressão que atinge 155 metros abaixo do nível do mar), deserto do Saara que ocupa um quarto do território da África, rios como o Nilo e o Níger além de uma vasta fauna e flora que encantam a todos que visitam este continente.
Abaixo temos alguns locais da África que são cobiçados por turistas do mundo inteiro:

Cape Town: É a cidade mais bonita, romântica e a mais visitada da África dos Sul. Lá você encontra atrativos como a Table Mountain, barzinhos, restaurantes e os melhores shoppings da África.
Sharm el Sheikh: cidade da África que deu ao Mar Vermelho uma reputação internacional como um dos mais extraordinários destino de mergulho do mundo.
Localizada no Egito na extremidade sul da península do Sinai.

Cairo: A importância de Cairo como centro industrial, turístico e cultural torna a capital egípcia uma das principais cidades da África. Gizé, nos arredores de Cairo, abriga as grandes pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos e a esfinge.

 Tunis: É uma das cidades da África com maior beleza arquitetônica. Se tornou patrimônio mundial da humanidade em 1979 pela UNESCO. Entre uma dessas maravilhas esta o templo de Hammouda Pasha

Maurício: A república de Maurício é um pequeno país insular do sul da África, no Oceano índico, cerca de 800 km a leste de Madagáscar. É formado por uma ilha principal, Maurício, e por outras menores: Rodrigues, Agalega e o grupo das Cargaods. É um local perfeito para lua de mel.
Marrocos: O reino do Marrocos é um país do noroeste da África banhado pelo mar Mediterrâneo e pelo oceano Atlântico. Rabat é a capital e o 2º maior núcleo populacional atrás apenas de Casablanca. As duas principais atrações do país são Fès e Marrakech.

 Johannesburg: Foi fundada em 1886, no contexto da exploração colonial do ouro. Hoje, com mais de 750 mil habitantes, é a segunda maior cidade do País e seu principal centro financeiro e comercial. Johannesburg serve de hub para toda aviação da África.

O deserto do Saara

O deserto do Saara é o maior deserto quente do mundo (haja vista que a Antártica é a maior área deserta do planeta). Sua superfície é de 9.065.000 km². Está localizado no norte do continente africano,separando-o em duas regiões: a África mediterrânea, situada ao norte e a África subsaariana, localizada ao sul. Ao leste faz fronteira com o Mar Vermelho, ao oeste com o Oceano Atlântico e ao norte com as montanhas Atlas e O mar Mediterrâneo. O deserto tem mais de 2,5 milhões de anos.
Este deserto se estende pelo território dos seguintes países: Túnis, Argélia, Marrocos, Saara Ocidental, Mauritânia, Mali, Níger, Líbia, Chade, Egito e Sudão. O deserto do Saara se expande e contrai em ciclos regulares, de tal maneira que suas fronteiras com tais países são pouco constantes.
Este deserto faz fronteira com quase todos os países do norte da África, onde predomina a cultura árabe. As dunas começam perto do Alto Atlas e se estendem até zonas mais tropicais mais ao sul. No Alto Atlas, só existe vegetação (de verde intenso que contrasta com a areia em volta) próxima aos cursos dos pobres rios da região. Nos oásis abundam as palmeiras de tâmaras e a água. Ao contrário do que se pensa, três quartos do deserto são constituídos de cascalho, só o restante é feito de areia e dunas.
Neste deserto há várias eco-regiões que, devido a suas diferenças de temperatura, precipitações, altitude e geologia, abrigam plantas e animais diferentes.
Dentre os poucos animais que habitam a região podemos citar escorpiões, lagartos, cobras, dromedários, antílopes (adaptados às condições desérticas) e cabras.

Lago Victoria

Localiza-se na parte meridional da África, compondo também o chamado Complexo ou Sistema Great Rift Valley.
 O Lago Victoria é o maior dentre todos os lagos africanos. É o segundo Lago mais comprido do mundo. É o lago tropical maior do mundo.    
Sua extensão atinge 3 países: parte setentrional com a Uganda, parte meridional com a Tanzânia e o setor nordeste com o Quênia.    
Existem inúmeras cidades costeiras que circundam o Lago Victoria, tais como: Kisumu (Kenya), Entebe e Jinja (Uganda), Bukoba, Muwanza e Musoma (Tanzania).    
A área de superfície do Lago Victoria corresponde a 69481 Km². O Lago tem aproximadamente 400 km de comprimento e 240 km de largura.    
Sua profundidade máxima atinge 84 metros e a média, 40 metros, aproximadamente.    
Seu volume corresponde a 2750 Km³.    
Possui uma linha costeira medindo 3440 Km.
A altitude do Lago, em relação ao nível do mar, é de aproximadamente 1134 metros.    
O Lago Victoria possui um litoral irregular, com reentrâncias, possuindo muitas ilhas, tais como Ukerewe, Sesse, Ukara, Kome, Lolui and Mfanganu.
O Lago Victoria formou-se por meio de abalos sísmicos e vulcânicos que provocaram bruscas deslocações e decorrentes fendas na crosta da terra.

Lago Tanganyika

O Lago Tanganyika, localizado na parte meridional da África, também compõe o chamado Complexo ou Sistema Great Rift Valley.    
O Lago atinge os países da Tanzânia (à leste), Zaire (à oeste), Zâmbia (ao sul) e Burundi (à nordeste).    
Está a uma altitude aproximada de 700 metros acima do nível do mar.
O Lago Tanganyika é destacado por sua extraordinária extensão, de norte a sul, correspondente a mais ou menos 680 Km. Sendo o mais comprido do mundo.    
O tamanho de sua linha costeira é de 1900 Km.
É o 7° Lago mais largo no mundo, tendo em média 72 km de largura.    
É o 2° maior Lago da África, sendo o Lago Victoria o primeiro.    
Possui uma área de superfície aproximada de 33000 Km².
É o segundo Lago mais profundo do mundo, depois do Lago Baikal na Rússia, e o primeiro mais profundo da África, alcançando uma profundidade máxima correspondente a 1470 metros e uma média correspondente a 572 metros.
Tem 17800 Km³ de volume. 1/6 da água doce da Terra encontra-se somente nesse Lago.    
Sua origem é muito antiga entre 7 a 12 milhões de anos, competindo apenas com o Lago Baikal na Rússia

A Geografia do Continente Africano

A África é um grande continente, com pouco mais de 30 milhões de quilômetros quadrados. É cercado pelo oceano Atlântico no oeste e Índico no leste, também é banhada pelos mares Mediterrâneo no norte e o mar Vermelho no nordeste.
É o único continente do mundo cortado por três importantes paralelos, o Equador e os trópicos de Câncer e de Capricórnio, apresentando grande diversidade climática e botânica. Seu extenso litoral, com mais de 27 mil quilômetros, é muito regular, com poucos recortes e ilhas.
A base geológica do relevo africano é muito antiga, o que explica as pequenas altitudes, é um dos mais baixos continentes do mundo, com uma altitude média de cerca de 350 metros. Predominam os planaltos. A hidrografia do continente é pobre, devido à presença de extensas áreas com climas áridos e semi-áridos. Destacam-se poucos rios de grandes extensões, dentre eles o Nilo é o mais importante, há numerosos rios temporários nas regiões áridas.
O clima do continente é bem diversificado e é determinado principalmente pelas baixas altitudes e pela predominância de baixas latitudes, as médias térmicas mantêm-se elevadas durante todo o ano, exceto nos extremos norte e sul, e nos picos das mais elevadas montanhas. Algumas correntes marítimas interferem no clima das áreas litorâneas.
Costuma-se dizer que a vegetação africana é um espelho do clima, já que as paisagens organizam-se e distribuem-se pelo espaço geográfico de forma muito parecida com os tipos climáticos. Partindo do Equador, encontramos a floresta equatorial, que ocupa a parte central do continente, é uma formação densa e diversificada, sempre verde, semelhante à Amazônia brasileira. Em seguida, vêm as savanas, compostas por arbustos e árvores de pequeno porte, as estepes ficam entre savanas e os desertos, são constituídas essencialmente por gramíneas e arbustos ressecados. Nos desertos, pode haver oásis onde se desenvolvem palmáceas, arbustos e gramíneas, e por último nos extremos do continente, há maquis e garrigues, são formadas por plantas xerófilas, gramíneas e arbustos.